Especialização em Educação Musical

.

Publicado em 11/12/2016 às 13h09

FORUM LATINOAMERICANO DE EDUCAÇÃO MUSICAL (FLADEM BRASIL)

CONSERVATÓRIO BRASILEIRO DE MÚSICA CENTRO UNIVERSITÁRIO (CBM CEU)

Curso de Pós-Graduação

Especialização em Educação Musical

 

O Fórum Latinoamericano de Educação Musical (Fladem Brasil) e o Conservatório Brasileiro de Música Centro Universitário oferecem o curso de Especialização em Educação Musical.

O objetivo geral deste curso é aprimorar e atualizar os conhecimentos dos profissionais que atuam nas áreas de educação, música ou artes integrando prática, crítica e reflexão, capacitando-os para intervir de maneira transformadora e sensível na realidade de suas escolas ou de seus ambientes de trabalho, tornando-os aptos a atuarem nos contextos culturais instituídos e emergentes comprometidos com a comunidade.

Entre os objetivos específicos citam-se: aprofundar conhecimentos teóricos e práticos de música, educação e inclusão; compreender referenciais teóricos filosóficos, estéticos, históricos e musicais visando um aprimoramento do conhecimento da música; construir propostas pedagógico-musicais para crianças, jovens, adultos e pessoas da terceira idade; preparar o professor de música para enfrentar demandas do século XXI.

Todos os cursos de extensão oferecidos pelo FLADEM BRASIL e CBM CEU serão ministrados por significativos músicos, educadores, pesquisadores e estudiosos envolvidos em atualização de professores e interessados por Educação Musical. Para a inscrição os candidatos deverão se associar ao FLADEM.

Os créditos dos alunos que concluírem os cursos de extensão do FLADEM BRASIL e CBM CEU contarão como cumprimento de parte da carga horária total de 360h presenciais. Cada curso de extensão (40h) será considerado como uma disciplina do curso de Pós-Graduação. Serão aceitos os graduados em qualquer curso superior que possuam suficientes conhecimentos de música. Os candidatos serão entrevistados, e para a conclusão os pós-graduandos deverão frequentar a disciplina de Metodologia da Pesquisa, a Orientação de Monografia além das demais e apresentar o trabalho final de curso.

Certificado: Especialização em Educação Musical.

Informações: Adriana Rodrigues (021) 998043838 Email: (poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)


Keith Terry: Pioneiro da percussão corporal

Publicado em 27/11/2016 às 14h16

 

Keith Terry

 Pioneiro da percussão corporal

  

20 e 21 de janeiro de 2017.

 

Ele bate as palmas, esfrega uma mão na outra, estala os dedos, bate os pés, arrasta a sola dos sapatos, percute peito, barriga e traseiro, explora sons com as bochechas: Keith Terry usa toda e qualquer superfície para explorar todas as suas possibilidades, criando sua música a partir de uma surpreendente variedade de registros sonoros com brilhantes variações rítmicas. Pode-se definir Keith Terry como um bailarino percussionista, cujo trabalho engloba uma gama de disciplinas afins, como música, dança, teatro, performance, dentro de uma visão artística própria criando uma linguagem que transcende padronizações. Keith se define como músico corporal, que a partir do uso do mais antigo dos instrumentos- o próprio corpo - cria uma base para explorar, aliar, mesclar possibilidades rítmicas, percussivas e de movimentos, tradicionais e contemporâneas.http://www.crosspulse.com/

 

Horário: 9h às 17h 

Carga horária: 20h

Local: Escola de Música da UFRJ.Rua do Passeio, 98. RJ Metro Cinelândia.

Coordenação: Adriana Rodrigues e Elizabeth Dau

Tradução: Elizabeth Dau

InvestimentoR$400,00/R$350,00 Associados FLADEM (fladembrasil.com.br)

Descontos para “pacote verão” e/ou pagamentos antecipados.

Informações: Noemi Teixeira (021) 98573-6413(poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)

 

Keith Terry é o criador do Festival Internacional de Música Corporal (sediado em Paris neste ano), que já teve a cidade de São Paulo como anfitriã, em 2010, com produção do Núcleo Barbatuques. A iniciativa é resultado da parceria e intercâmbio de experiências que vem acontecendo há anos entre Keith Terry e Fernando Barba. O International Body Music Festival é uma grande mostra da música mais antiga do planeta: a percussão corporal. “A música que pode ser vista e a dança que pode ser ouvida”.

http://www.internationalbodymusicfestival.com/


Música, Dança e Jogos da África Ocidental

Publicado em 27/11/2016 às 14h13

Música, Dança e Jogos da África Ocidental:

Prática, Teoria e Educação

 

ProfessorDr. Kofi Gbolonyo (Gana)

23 a 27 de janeiro de 2017.

O curso une as abordagens e conceitos da etnomusicologia aos elementos e técnicas presentes na Abordagem Orff e também na música e na dança da África Ocidental. Serão trabalhados arranjos baseados na escrita Orff, percussão corporal, movimento, jogos, canções tradicionais (incluindo canto-coral); também será realizado um estudo das teorias etnomusicológicas, assim como a análise prática da música africana percussiva e das atividades relacionadas. O material a ser trabalhado foi elaborado, em sua maioria, na parte ocidental da África, sendo os tambores uma das principais ferramentas a serem utilizadas durante o curso. Por ter formação em abordagens e teorias etnomusicológicas sobre música africana e música ocidental, e ao mesmo tempo ser especialista na Abordagem Orff, o professor Kofi busca também trazer para suas aulas propostas e orientações para que o trabalho desenvolvido durante o curso possa ser aplicado em sala de aula pelos participantes.

São bem-vindos professores de todas as especialidades (independentemente de sua experiência com música, da faixa etária com a qual trabalham ou da experiência com música Africana, abordagem Orff ou educação musical multicultural); musicoterapeutas, compositores, professores de dança, artistas e todas as pessoas envolvidas com algum tipo de arte ou educação multidisciplinar. As atividades trabalhadas durante o curso serão aplicáveis a todas as categorias de professores, instrutores e facilitadores que trabalhem com grupos sociais diversos. O material disponibilizado pode ser trabalhado com qualquer faixa etária (crianças e adultos)

 

Horário: 9h às 17h                                                                      Carga horária: 50h

Local: Escola de Música da UFRJ. Rua do Passeio, 98. RJ. Metro Cinelândia. RJ Coordenação: Adriana Rodrigues e Elizabeth Dau. Tradução: Elizabeth Dau

Investimento R$600,00/R$550,00 Associados FLADEM (fladembrasil.com.br)Descontos para “pacote verão” e pagamentos antecipados.

Informações: Noemi Teixeira (021) 98573-6413.(poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)

 

Dr. Kofi Gbolonyo: músico e educador, nasceu em Gana, África, tendo vivido sua infância em aldeias ao longo da fronteira entre Gana e Togo, onde aprendeu músicas e danças dos povos Ewe e Fon. Atualmente Dr. Gbolonyo é professor convidado em etnomusicologia e diretor do UBC African Ensemble no Canada. Possui graduação em nível III da Orff Schulwerk, Pós-Graduação em Estudos Africanos e Doutorado em Etnomusicologia. Suas pesquisas e interesses educacionais estão voltados para a música, dança e cultura do oeste africano, concentrando-se em conhecimentos indígenas e valores culturais dos povos Ewe e Fon. Ministra workshops, palestras e cursos Internacionais de Dança e Música Africana em organizações ligadas a Society for Ethnomusicology. Ministra cursos de graduação e pós-graduação em etnomusicologia e música africana.


Música Corporal: Professor Fernando Barba (Barbatuques)

Publicado em 27/11/2016 às 14h10

 

Música Corporal

 

Professor Fernando Barba (Barbatuques)

16 a 19 de janeiro de 2017

 

O curso propicia ao participante uma iniciação na linguagem da música corporal. Através do estudo e prática de um vocabulário básico de sons corporais, técnicas, jogos de criação e improvisações, as principais linhas da metodologia Barbatuques de percussão corporal serão abordadas e vivenciadas. Constarão: - Aprendizado de sons corporais básicos: tipos de palmas com suas variações, batidas das mãos no peito e estalos de dedo, percussão das mãos nos lábios e rosto com variações básicas de altura, vácuos, percussão vocal, percussão bucal, texturas sonoras.

  • Exercícios de exploração do andar sonoro.
  • Exercícios básicos de coordenação psicomotora integrando pés, mãos e voz a partir a partir de frases rítmicas utilizando tempo e contratempo sincronizadas ao pulso.
  • Técnicas de peito/estalo/palma e pés/mãos vivenciadas através da prática de ritmos (samba, baião, rock e funk) a partir de subdivisões binárias, ternárias e quaternárias. Variações e combinações destas células rítmicas apresentadas. Estudo da técnica de percussão no rosto e nos lábios a partir das mãos, percussão bucal e vocal.
  • Jogos musicais e corporais que trabalham a atenção, memorização e a comunicação (flechas, ecos) - Prática de improvisações que desenvolvem o senso de criação individual, improvisação e de escuta (refrão-improviso, sequência minimal, contágio livre).
  • Exercícios de regência que desenvolvem a comunicação gestual, a liderança e a percepção musical (maestro).
  • Conversas e explanações sobre aplicações possíveis da metodologia da Música Corporal em diferentes contextos de sala de aula.

 

Horário: 9h às 17h                                                                      Carga horária: 40h

Local: Escola de Música da UFRJ. Rua do Passeio, 98. RJ. Metro Cinelândia. RJ Coordenação: Adriana Rodrigues

Investimento R$500,00/R$450,00 Associados FLADEM (fladembrasil.com.br)

Descontos para “pacote verão” e/ou pagamentos antecipados. Informações: Noemi Teixeira (021) 98573-6413 (poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)

 

FERNANDO BARBA: Músico e compositor, formado pela UNICAMP, fundador e diretor musical do Grupo Barbatuques, Fernando Barba pesquisa o corpo como instrumento musical desde a sua adolescência. A partir de 1995 começou a ministrar workshops e desenvolveu uma abordagem própria da música corporal, onde aborda timbres, rítmica, dinâmicas, técnica, regência, improvisação e composição coletiva. Com a intensa colaboração do músico e pesquisador Stênio Mendes, Fernando consolidou sua pesquisa e metodologia, hoje já reconhecida mundialmente sendo amplamente utilizada na educação musical. Com o grupo Barbatuques co-produziu os CDS “Corpo do Som” (2002), “O Seguinte é Esse” (2005) e "Tum Pá" (2012) além do DVD “Corpo do Som ao Vivo” (2008) e realizou workshops e shows pelo Brasil, Europa, USA, América do Sul, África e Asia. http://www.barbatuques.com.br


O canto como elemento de musicalização

Publicado em 27/11/2016 às 14h07

 

O canto como elemento de musicalização

 

Professora Silvia Sobreira

11 a 13 de janeiro de 2017.

Embora ciente de que existem várias maneiras de se musicalizar, causa-me perplexidade que a utilização do canto nas escolas não venha sendo debatida com mais profundidade. Acredito que o canto continua a ser um excelente meio de educação musical, embora sua utilização inadequada possa trazer comprometimentos para uma formação musical mais completa do indivíduo. Não creio que essa deva ser a única forma de musicalização e que seja justificada apenas pela falta de suporte material para as aulas de Música. Por outro lado, percebo uma situação na qual há insuficiência de discussões e propostas tendo o canto como recurso de musicalização (SOBREIRA, 2013, p.11).

 

O curso está dividido em 3 Seções: 1 O canto escolar; 2 Escolhendo a tonalidade adequada; 3 Você tem medo de que?; Problemas ocorridos pela falta de memória musical do professor; Dúvidas mais frequentes.

 

Horário: Quarta 9h às 12h Quinta e sexta9h às 17h/          Carga horária: 20h

Local: Escola de Música da UFRJ. Rua do Passeio, 98. RJ. Metro Cinelândia. RJ Coordenação: Adriana Rodrigues

Investimento R$300,00/R$250,00 Associados FLADEM (fladembrasil.com.br)

Descontos para “pacote verão” e pagamentos antecipados. Informações: Noemi Teixeira (021) 98573-6413 (poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)

 

Silvia Sobreira é graduada em Regência pela Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ. É Mestre em Música pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro-UNIRIO, especialização que lhe rendeu o livro Desafinação Vocal, editado pela Musimed, em 2003. É Doutora em Educação pela UFRJ (Área de Currículo e Linguagem). Atua como professora do curso de Licenciatura em Música da UNIRIO onde supervisiona os Estágios e ministra as disciplinas Processos de Musicalização e Fundamentos e Técnicas de Pesquisa. De 2011 a 2015, coordenou o projeto PIBID da área de Música no qual atuando em parceria com duas escolas municipais da cidade do Rio de Janeiro. Em 2013 Silvia e os autores Glória Calvente, Mário Assef e Patricia Costa lançam o livro:

SOBREIRA, Silvia. Desafinando a escola. Silvia Sobreira (org.). Brasília: Musimed, 2013.

Entre agosto de 2015 a julho de 2016 teve a oportunidade de fazer seu pós-doutoramento com Graham Welch (Instituto de Educação da University College of London), respeitado especialista no estudo da voz infantil.


Oficina de Linguagem Musical (OLM)

Publicado em 27/11/2016 às 14h01

 

Oficina de Linguagem Musical (OLM):

Criação/ Improvisação/Notação na sala de aula atual

 

Professor Luiz Carlos Csekö

9 a 11 de janeiro de 2017.

CONTEÚDO: estudo, investigação e prática do processo de Educação Musical pela Oficina de Linguagem Musical (OLM).

OBJETIVOS: capacitar a agregar a OLM ao leque de metodologias em estudo e uso na sala de aula

METODOLOGIA: análise/execução da OLM; seus estágios & objetivos; a OLM na sala de aula: público infantil, adulto, profissional; criar/planejar/elaborar/ministrar aulas com a OLM; utilização de instrumental orff, percussão brasileira, mobiliário da sala, objetos sonoros confeccionados, sucata; dinâmica de música de câmara & educação musical; elaboração de civilidade/cidadania e a educação musical.

 

Horário: Segunda e terça9h às 17h/ Quarta 9h às 12h         Carga horária: 20h

Local: Escola de Música da UFRJ. Rua do Passeio, 98. RJ. Metro Cinelândia. RJ

Coordenação: Adriana Rodrigues

Investimento R$300,00/R$250,00 Associados FLADEM (fladembrasil.com.br)

Descontos para “pacote verão” e/ou pagamentos antecipados. Informações: Noemi Teixeira (021) 98573-6413 (poseducacaomusicalfladembrasil@gmail.com)

 

Luiz Carlos Csekö: Educador, é um dos líderes e criadores do movimento Oficina de Música; criou e conduz a Oficina de Linguagem Musical (OLM), projeto de pesquisa continuada em Pedagogia, Processo de Criação, Escuta e Linguagem Musical Experimental desde 1970. Professor regular do Conservatório Brasileiro de Música (1980) /Coordenador da área de Composição (2011-2014); Seminários de Música ProArte com público infantil e formação profissional; Professor convidado pelo Instituto Nacional de Música/Funarte (1983/1989), circuito universitário. Autor, coordenador e produtor de eventos de ponta em Educação Musical com as séries: -“Uma Educação Musical para o Século 21”; “Oficina de Linguagem Musical – Música Contemporânea Experimental”; “Formação de Professores – Novas Abordagens”. Compositor, é um dos expoentes do panorama contemporâneo experimental com mais de 100 obras escritas, tendo recebido vários prêmios e encomendas. Bolsista da Fundação Vitae, Programa de Bolsas RioArte/Prefeitura do Rio de Janeiro. Coordenador produtor/ diretor cênico-musical de eventos experimentais – INTERFACES, MÚSICA DO SÉCULO 21, MÚSICA, TECNOLOGIA, MULTIMEIOS, MÚSICA ERUDITA BRASILEIRA ATUAL. Escritor, articulista e palestrante. Light, scenic e sonic designer. Fundador e diretor do ENSEMBLE BATUCADANÁRQUICA, do Núcleo de Música Experimental & Intermedia e do PAN ENSEMBLE. Formação: Doutorado por Tese em andamento - UNIRIO; Mestrado em Composição e Educação Musical - Columbia University, New York/University of Colorado – EUA; Bacharelado em Composição – Universidade de Brasília; Formação em Filosofia com o intelectual português Agostinho da Silva. Nasceu em Salvador, Bahia, 1945. Site: www.lccseko.com


show b01s bsd fsN normalcase tsN fwB left|left tsN fwR show b01s bsd|left show fwR tsN b01s bsd|bnull|sbss|image-wrap|login news fwB fwR normalcase c10 tsN b01 bsd|fsN fwR c10 tsN b01 bsd normalcase|b01 c05 bsd|news login fwR normalcase c10 tsN b01 bsd|fwR normalcase c10 tsN b01 bsd|normalcase tsY c10 b01 bsd|content-inner||b01ns bsd